sábado, 31 de maio de 2008

De lima nova!


Ai, ai...

Depois de um final de semana cheio de chamegos e colinhos exclusivos para mim lá em ribeirão Preto eu estou mesmo muito chameguento... Quantas saudades do vovô Vinha, da tia Paula, Tio Sandro, Tereza e todo aquele monte de tios e tias me mimando, é mesmo muito difícil essa história de construção de caráter... Como não ficar insuportavelmente mimado?
No final de semana passado fomos para a casa do meu avô, e como vocês sabem, a mamãe e equipe andam com olhares bem estranhos para mim quando o assunto é comida. Eles tem uma criatividade e rapidez para aperecer com um monte de coisas que eu nem de longe imaginava que dava para comer. Com tanta campanha até que eles estão me convencendo, estou comendo um pouco mais. Lá em Ribeirão foi uma delícia! ganhei um monte de colo do meu avô Vinha, fui passear com a tia Paula e de brinde conheci uma coisa deliciosa, sorvete, de limão, goiaba, morango... Bom, comi um monte eu e a Marta, a mamãe pediu que ensinasse ela a comer um pouquinho já que ela não é muito amiga do prato, tanto que acabou ficando pequenininha, só um cadinho maior que eu! Estou conseguindo bons resultados com ela, eu já como brócolis, mas ela... Na casa do vovô, andava o dia todo, por todos os lados (quase sempre com o meu andador), às vezes sozinho, fomos em um lugar muito bonito e cheio de plantas enormes! Tinha também um au-au que eu tentei a todo custo tocar mas fui delicadamente convencido de que não era o momento (mesmo assim continuei conversando com ele). Tirei grandes cochilos, a Tereza ficava mimando o papai também, enchendo ele de quitutes e colinhos cheios de chamegos... Entendi de onde vem tanto chamego!
A mamãe fez bolo para mim e eu a ajudei, comi toda a minha massa já que ela iria assar a dela, depois fiz mais um pouquinho de massa e comi novamente e ajudei a mamãe na limpeza da cozinha rapando a tigela de bolo dela também, a Marta como não é boba nem nada estava ao meu lado para ajudar. Durante a noite tivemos duas trocas de fraldas número dois. Cada um com seus problemas não é mesmo?
Infelizmente quando estamos muito muito felizes o tempo passa muito rápido e logo tivemos que voltar, estavam todos arrumando o carro e quase caíram duros quando me viram andando por todos os lados sem o meu andador... Esses adultos são mesmo muito engraçados. Ficaram todos bobos (mais que o normal).
Voltamos para a nossa casinha marrom e tudo estava bem, mas eu preciso contar uma coisa para vocês: a vovó não pode saber! Agora a mamãe só me dá pela sonda, dois complementos por dia, os dois enquanto estou dormindo, pois ela falou que já é hora de me virar, que chega... É meu amigo, a fralda encheu nos meus fundilhos! Estou frito, agora está me dando um troço doido, uma fome, tanto que na segunda-feira passada eu avancei no prato da mamãe e comecei a comer sozinho, a mamãe ficou de queixo caído, agora sim, se as coisas já andavam quentes para o meu lado agora é que eles estão mesmo atacados, com isso, é um tal de comida e bebida o dia todo que não tem fim. Mas até que algumas coisas são gostosas, às vezes eu como sozinho e quando eu desanimo tem sempre uma mão amiga para me "ajudar". A mamãe disse que o som mais gostoso que ela já ouviu foi dos meus dentinhos raspando a colher de comida... Mãe é tudo boba né?!
Com os meus passos alegres em Ribeirão Preto, o meu andador sumiu misteriosamente e agora tenho que andar por conta, já percebi que se quiser achá-lo terei que procurar sozinho, até tentei algumas vezes, mas sempre acho alguma brincadeira melhor no meio do caminho e acabo esquecendo.
A minha tia Tais mudou de casa nesses últimos dias e a mamãe disse que em breve poderemos visitá-los, será muito bom poder rever meus priminhos e conhecer sua casa nova.
A tia Rô esteve por aqui esses dias, mas teve que viajar para bem longe, mas sempre fala um pouquinho com a mamãe para diminuir a saudade dela. Enquanto isso estamos esperando a tia Marcia e meu primo Vitoco sararem de mais uma remela... Que coisa! Acho que vou fazer uma gemada de ovo caipira para eles.
Eu estou ótimo como vocês perceberam, os meus pais andaram apertando o meu braço enquanto eu dormia e disseram que a minha "pressão" está ótima (90x60 mmHg), eu não entendi nada disso, mas eles ficaram bem felizes.
Nesse sábado recebemos a visita de dois grandes amigos dos meus pais o Tio João e a tia Rê, foi muito divertido, eles são muito engraçados, eu comi e bebi muito a noite toda, jantei duas vezes, de tanto que eles me faziam rir, era muito engraçado e acabou me dando muita fome, o tio João falou que eu parecia uma lima nova, comia tudo... Não entendi? Não sou eu que como a lima?
Beijos Afiados!





8 comentários:

Anônimo disse...

Oi priminho... muito chique isso, jantar duas vezes....aproveita porque nao são todos que podem viu; fomos até Cuiabá esse fim de semana e lógico que aproveitamos pra dar uns beijinhos na sua avó e no vovô, mas nao me bastou só os dois, agarrei também a Silbene e Donatinho e Lele e Gabi. Fique tranquilo que todos estão muito bem; estava ansiosa pra saber noticias suas, mas agora estou muito feliz em saber que voce está cada vez mais forte. Vou indo agora, beijinho em todos aí. Vanessa Perassolo.

Silbene disse...

Minino!!! Que agonia esperar alguém postar pra eu fazer a minha fala. Tô esperando desde ontem. Imagine: a Tia mais calma e paciente do mundo, esperando... Quase matei o seu tio Tato de ansiedade. kkkk Olhe que alegria. Andando sem andador, comendo duas vezes no jantar? É demais pra minha cabeça. Quase peguei um vôo hoje pra te ver, sabe? Mas lembrei de Lele e Gabi e... Não deu! O dentinho de leite da sua priminha foi tirado hoje por uma tia malvada também sabe? Lele chorou muito porque é duro perder e ainda mais um dente, ela me disse. Resumindo temos uma banguela na familia. Todo dia pergunto pra vovò Neuza de você e lógico olho oblog o dia inteiro. Aliás o seu blog é a nossa pagina de abertura da Internet. Totalmente demais. Beijos pra todos com muitas caldas gostosas como nas fotos de vocês. Tia SIl

Artur Ramos da Silva Nunes Martins disse...

OI Paulão..
nossa você está com tudo hein..
de arrasar quarteirão. Muita concorrência ein!
ô torcendo pra eu ficar assim, bem saradão que nem você.. e rever montão de pessoas que morro de saudade.

Beijos do Artur e da Jessica

Anônimo disse...

Oie !
Meu lindinho, adorei saber das novidades ! Que vc está passeando um montão, que está andando muito e posso dizer que comendo muito ( VIVA !) também. É só alegria !!!
Toda vez que te vejo com essa boca de chocolate fico aqui desejando estar aí pra te ajudar...rs... (não conta pra sua mãe...).
E, sei que já escrevi outras vezes, mas vc TA LINDO DEMAIS, UM CHARME !
Cuida bem do povo por aí e fala pro ladrão de andador liberar ele de vez em quando ....rs....
Beijos com muuuuuuuitas saudades
Lu

Paula disse...

Saudades de montão da minha liminha nova...pode comer até, viu tutu! Não dá nada não. É só a tia Paula que tem que parar de comer...vc não.
Ande por aí bastante, coma tudo que tiver vontade, continue arrasando os nossos corações...
E logo logo nós estaremos te vendo sem a sonda (salvadora, porém em breve será desnecessária, né).
Vc sabe que a tia Paula tentou fazer um bolo igual ao seu, mas juro que não ficou tão bom. Aliás, também tentei deixar o tio Sandro todo sujo de bolo pra tirar uma foto, mas ele não deixou. Vou tentar pegar ele desprevenido da próxima vez.
Beijos melecados de bolo crú de chocolate.
Te amo
Tia Paula

tio donato disse...

É isso aí... além de estar como uma lma nova, já temos em vista a independência. Poxa vida, andar pelas proprias pernas. Isso sim é que é coisa boa. Ficamos todos muito felizes aqui em Cuiabá viu! Um BEIJÃÃÃÃÃÃÃO do seu tio coruja.

Donato

MINÊRO VÉIO disse...

Alô Paulão!
Vi o recado da sua mãe no BLOG do Aron e resolvi fazer uma visitinha ao seu BLOG para conhecê-lo.
Olhe! fiquei encantado com tanta criatividade e tamanha sensibilidade.
Você é mesmo genial. Muito Porreta!
Tive a impressão de estar diante do Pequeno Príncipe, aquele que faz aventuras legendárias pelos planetas e tem um segredo: só enxerga bem com o coração.
Pois foi isso que descobri no seu Blog.
Muita luz, alegria e amor que só um coração igual ao seu é capaz de enxergar e depois mostrar para nós adultos.
E põe adulto nisso. Sou o Minêro Véio, tio do Aron.
Muita gente se assusta quando me vê. Menos as crianças!
Pensam que sou o Papai Noel, devido à barba branca.
Que bom que o Aron tem um sensacional companheiro!
Além das raízes cuiabanas é um seu irmãozinho fantástico
nessa comunidade lutadora pela vida.
Seu amiguinho Arthur também está vivinho!
Mais vivo que uma estrela brilhando e percorrendo os planetas.
Um abração apertado! Com muito cuidado para não atrapalhar a sua sonda.
Minêro Véio.

Vovó disse...

OI Paulão,sou vovó do seu amigo ARTUR de Belém,q bom ver como vc tá se recuperando legal garoto é isso ai,continua firme,q em breve vai ser avez do Artur.Bjinho.