sábado, 17 de maio de 2008

Mãe só tem que amar!!!!












Oi, psiiiiii! Vamos falar baixinho.

Acabei de colocar a mamãe na cama, é que ela tem me dado um bocado de trabalho, nessas semanas andou dodói da cabeça, mas passou, e hoje ela ficou me contando como ela foi promovida a mãe, engraçada essa história de promoção né? Mas ela disse que é assim mesmo, se sente premiada toda vez que lembra dela fazendo o teste de gravidez no banheiro, rindo escondido por ver o resultado positivo e escutando o papai gastando o piso do apartamento enquanto ela esperava o tempo do teste (5 minutos), pois achou melhor só contar quando tivesse certeza, mas ela me contou que sabia muito antes do dia do teste... Coisa de mãe que se acha!

Depois foi aquela curtição da barriga crescendo (que coisa estranha), crescendo, eu vi uma foto ficou gigante! Depois as tais muitas horas de trabalho de parto, todo mundo junto e finalmente apareci... E sempre fiquei com ela e o papai, ela estava lá no centro cirúrgico, logo que nasci fui para o colo dele, aqueles olhos cheios de lágrimas... Caidinhos por mim. Assim que sai da observação fui para o colo da mamãe, estava morrendo de fome, a mamãe sempre teve um monte de leite e por isso eu MAMO SIM até hoje. Ainda bem, segundo ela, isso me livrou de um bocado de complicações.

Logo vi que a minha família é toda doidinha por mim, criança nela é sempre muito bem vinda, depois de um tempo, logo descobrimos que eu estava doente, um papo "brabíssimo" disse a mamãe e que um dia, quando eu quiser, ela me explica direitinho, mas mesmo quando ela e o papai acharam que estavam me segurando no meio de uma tempestade, que boa surpresa, fomos socorridos por uma grande onda de amor, da família (inteirinha, e olha que a minha é enorme!), dos amigos (temos muitos graças à Deus) e dos amigos desconhecidos...

Ela me contou que passamos por um sufoco, comparado à uma avalanche de fraldas abertas de número 2. Mas que em nenhum momento ela deixou de acreditar que tudo daria certo, ou de estar ao meu lado, na verdade, ela nem pensava em outra possibilidade, quando alguém vinha falar que eu estava muito dodói ela parecia nem ouvir, me enchia de beijinhos, colocava uma roupa bem bonita em mim, brincávamos, ou simplesmente ficava comigo no colo, quietinha, cantando, coisa que faz até hoje (mesmo sem levar muito jeito para a coisa, mas eu adoro), ainda adoro dormir com ela ou o papai cantando Tip Tip Top para mim.

Hoje quando ela me vê assim, todo faceiro, gruda que não tem jeito, já falei que ela pode sair (só um pouquinho) para fazer alguma coisa, mas a danada resiste, fica enrolando e acaba não saindo. Eu acho incrível ter esses dois babando em mim, mudaram tanto só para me receber e dizem que tudo que viveram até antes de eu nascer foi só um petisco da felicidade que tem hoje... Mamãe, espera só eu ficar bom, que você vai ver como vamos nos divertir.

Eu estou cada dia melhor, os meus pais tiraram o meu último remédio da pressão e hoje a minha pressão quando a mamãe viu, estava de Príncipe (como diz a tia Paula) 80 x 50 mmHg. Bem baixinha, como tem que ser.

Os meus avós voltaram para a casa deles nessa semana, agora a casa tá que dá até eco, mas para compensar eu tenho tagarelado o dia inteiro para o pessoal não desanimar aqui em casa. Lá em Cuiabá, na casa deles, tem também umas priminhas bem fofinhas que vão encher meus avós de beijos e apertos e hoje a vovó e o vovô já foram para Tangará ver a minha Bisavó que está trincando de saudades deles.

Agora eu vou contar um segredo para vocês... Os meus pais estão muito estranhos, diferentes, sempre próximo ao horário da refeição eles se transformam, eu acho que eles estão virando polvos, aqueles com oito braços, nunca vi aparecer tanto braço com comida de uma só vez, só pode ser isso, eles estão atacados... Fui tentar conversar com a mamãe, mas ela disse que é irreversível, depois disso eu achei por bem colaborar e já estou comendo, e bebendo também, outro dia comi massa de bolo de chocolate, abacate, cajamanga... Bommmmm!

Outra novidade é que dou minhas caminhadas com mais segurança agora, à tardezinha saio para passear com a minha amiga Marta, passeios radicais, vou andando com o meu andador até a pracinha e lá solto dele e fico mais à vontade para dar minhas passadas.

Vou subir para ver se está tudo bem com os meus pais e acho que vou aproveitar para dormir abraçadinho neles...

beijinhos chamenguentos!

19 comentários:

Silbene disse...

primeirona!!!! Totalmente demais!!! Radical. Chique no úrtimo........ Puxa quanta coisas mesmo. Ser mãe é assim mesmo. Tudo de bom. Ainda mais como umas crianças lindas que temos. E olha que essas crianças desta família são realmente especiais. POr isso agradeço à Deus todo dia, pela família linda, pelos amigos e pelas crianças. Olha não vimos muito barrigão da sua mãe mas curtimos muito de longe cada novidade. Quando você nasceu fizemos uma festa aqui em Cuiabá e ainda vamos fazer muita festa juntos, todos nós. Muitos abraços e beijos, Tia Sil

Elidalva Marins (ESPERANÇA) disse...

Oi Paul�o, sou av� do ARTUR de Bel�m,ele tem o mesmo problema q vc teve e q com a gra�a de DEUS t� curado e essa gra�a o meu neto tamb�m vai receber de DEUS.Bjos da VOV� DAD�.

Tia Paula disse...

Tutuzinho meu amor,

Você só poderia estar cada vez mais impossível mesmo...além de ser tuuuuudooooo de bom, gostoso, lindo, delícia e suculento...tem uma mãe que caiu do céu.
Deus não podia ter achado criatura melhor para poder te criar e para te ajudar a passar por esse "recall medular", pra te encher de amor e de chamegos e pra superar tudo isso.
Ela só não é melhor que a minha mãe (a vovó Vera) porque a vovó Vera foi a "The best of the century"(chique heim!).
Mas a sua mãe é a criatura mais forte, mais doce, mais magnânima e mais meiga que eu conheço...
Vocês dois se completam, e formam um par perfeito...nos ensinando cada dia a ficarmos mais fortes.
Pena que o "tosco" do seu pai quebra um pouco essa sintonia linda(ah!ah!ah!)...
Mas como eu já disse...sua mãe é magnânima...então só ela poderia ter agentado ele...
Deixa pra lá, né. Filho lindo, mãe maravilhosa, pais maravilhosos.
E olha que eu quero te ver dando uns passinhos e dançando o "Créu" aqui em Ribeirão tá.
Beijinhos carinhosos melecados de chocolate

Paula

Nadia disse...

Guri do céu... Vc tá um gato... E esse cabelo lindo? Pôxa vida... e eu casei no ano passado...

Olha só fofo... a tia pediu muitão pra vc ficar bonzão... e tá muito feliz...

Conta pra sua mãe que ela tava certinha em só pensar coisas boas... é assim mesmo... Pensamento dá até medo...

Fique com Deus... que o mundo é todinho seu...

Da sua amiga que não te conhece mas vive derramando lágrimas por vc, coisa querida...

Beijocas...

Li disse...

Olá
fiquei muito feliz qdo encontrei esse blog
me chamo Elisangela sou estudante de enfermagem na UNIMAR
moro em Marilia interior de SP
estou fazendo um seminario sobre leucemia na infancia e vou apresenta-lo no dia 26/05
e gostaria de saber se tem como vcs me fornecerem a historia do Paulo pra q eu posso colocar no meu seminário
estou a disposição para tirar qualquer duvida
gostaria de entrar em contato com vcs
meu email é elisangelabdias@hotmail.com
fico online no msn o dia todo qualquer coisa é só me chamar
obrigada desde já pela atenção
Deus abenoe vcs

Anônimo disse...

Oiiii, só passei pra dizer que nao foram só a Letícia e Gabriela que cubriram seus avós de beijinhos..... hehe eu mesma dei um monte de apertos neles agarrei mesmo!!!!! Dona Belinha tava pra ficar louca de saudades..... rolaram altos papos aqui em Tangará, muito bom... Abraço apertado em todos aí. Vanessa Perassolo.

Anônimo disse...

Paulão, Paulão!

Nessas fotos você está com cara de quem está aprontando todas por aí né?! Danadoooooo!!
Lindas fotos! E você cada dia mais fofo! Não vejo a hora de você vir pra Cuiabá passar umas férias na casa dos seus avós, pra gente poder matar saudades de você e dos seus pais.
Dá um beijo em todo mundo aí...e enquanto vocês não vem, a gente vai matando as saudades dos seus avós!
Beijãoo
Tia Ju, Tio Ingo, Karine e Guido.

Giovanna Borgh disse...

que gatinho!
cabeludão brincando com todas as criancinhas...
Glória a Deus!!!

silkelita disse...

Fala sério! Você tá demaissssss...
Beijo, beijo
pra mami e papi tb.
Silke

Anônimo disse...

Linda Dri, mãe de babar...
estamos c saudade de vc
e felizes por acompanhar os progressos dessa família maravilhosa
Paulão é um menino q amamos
mesmo sem ainda conhecê-lo pessoalmente
É muito bem ver vcs q fazem a gente lembrar q tudo se trasnsforma nessa vida
com FÉ!!!
Beijos
Denise paciente

Anônimo disse...

Dri e Pedro, se vcs (e a turma que tem sempre lido o Blog) puderem, vejam se acham numa dessas super-livrarias aí de Sampa um livrinho, fácil de ler, escrito por um médico americano que foi a fundo nas pesquisas (só nos USA, tem mais de 130 sobre o assunto) da força que a oração possui. Esse monte de cientístas está vendo que sem dúvida, essa energia positiva existe, mas não sabem como isso se processa. Viram que tanto faz estar ao lado da cama do paciente ou do outro lado do mundo. Até a física quântica entrou no meio com seus experimentos chamados não-locais. Seu filho Paulão é um bom exemplo dessa realidade. Os ingredientes necessários para se atingir o objetivo são: AMOR E COMPAIXÃO. E esses sentimentos, voces sabem que todos nós que acompanhamos e torcemos o tempo todo, somos absolutamente fiéis a eles. Cada vez que vemos essa carinha de sapeca e esses olhinhos super-expressivos, devemos agradecer a toda essa corrente, todo esse amor transmitido e simultaneamente também recebido.
O autor deste livro chama-se: Larry Dossey. A editora: Cultrix e o livro: REZAR É UM SANTO REMÉDIO.
Um super beijo a todos voces e obrigado pela oportunidade de desenvolver em tanta pessoas a capacidade maior de amar que trazemos dentro da gente.
Luiz e Rubia

Aron Paiva disse...

Olá!
Navegando pela internet achei o blog do Paulão porreta e fiquei feliz ao saber que ele conseguiu realizar o transplante e está com a saúde cada dia melhor.
Tenho leucemia e estou a espera de transplante. Gostaria de parabenizá-los pelo incentivo a doação de medula óssea! Parabéns! Também estou começando a escrever um blog, qualquer hora deem uma passada.
http://aronpaiva.blogspot.com
Grande Abraço

Aron Paiva

Luciana disse...

Lindo !!!! Maravilhoso !!!
Sabe, acho que sua mãe tem tido essas dores de cabeça só pra vc cuidar dela...adora um chamego essa sua mãe!
Vc tá o máximo em TODAS as fotos ! Lindo mesmo ! Charme em criança...
Eita saudade do ceis !
Beijo grande
Lu

Anônimo disse...

Oi PAULÃO tdo bem??????
estamos felizes de ver que vc está cada dia melhor!!!!
Continue assim!!!!!!!!!
beijokas...Belém-PA

Anônimo disse...

Olá Paulão, fiquei muito feliz em ver o seu blog, graças a Deus você está cada dia melhor, sempre oro por você.

Beijos

Fabiana
nutricionista

Anônimo disse...

Oi Paulão, oi Drí, ou Pedro!!!!! To aqui pra fazer uma invejinha em vocês tá... Paulo, advinha onde estou? Aqui com sua vovózinha e seu vovôzinho.... kkkkk... Eu estou aqui pra chamegar um pouquinho eles, sabe como é né... são meus tios preferidos!!!!!!!
Vou te contar um segredinho: "Eles estão aqui mas o pensamento e o coração deles estão aí, com você!!! Garoto sortudo você né!!!!"
Ohhh, eu vim aqui só pra encher o saco e pra dizer que to morrendo de saudade de você, sua mãe (minha madrinha) e seu pai... Amo muito vocês todos e sou sua fã... quando vc aprender a escrever quero um autógrafo viu, vc é muito lindo vai fazer sucesso!... manda beijo pras primas tá!!!!

Val, Vanessa e Jaque!!!!!

Anônimo disse...

Atualiza o blog ... estamos morrendo de saudade... a tia tá aqui toda derretida ( feito o requeijão da bisa)

Anônimo disse...

Atualiza o blog ... estamos morrendo de saudade... a tia tá aqui toda derretida ( feito o requeijão da bisa)
Valquíria

Elidalva Marins (ESPERANÇA) disse...

Oi Paul�o,tudo bem,q bom ver vc se recuperando t�o bem,sou av� do Artur,seu amiginho de Bel�m q tem o mesmo problema q vc teve e q gra�as a DEUS est� s� na recupera�a�.Fica com PAOAI DO C�U.Bjus.